terça-feira, novembro 03, 2009

IPv6 – A Revolução está próxima


IPv6



O título pode parecer exagerado, mas não será nada exagero chamar o que acontecerá nos próximos anos de “revolução”. O IPv6 será o início de uma nova era da Internet, uma era que, ao contrário da anterior, durará milhares ou quem sabe até milhões de anos. Confuso? Parece absurdo o que estou falando? Não sabe o que é IPv6? Nesse artigo procurarei esclarecer todas essas dúvidas e explicar definitivamente o que é o IPv6.

O IPv6 pode ser entendido como a nova versão do IP (Internet Protocol), que alguns de vocês já devem ter ouvido falar. O IP nada mais é do que um endereço, um conjunto de números que identificam uma rede, um domínio. Isso significa que se quisermos ter acesso à aquela rede, devemos antes saber seu endereço IP. O nosso blog, por exemplo, não possui um endereço IP, pois não se trata de um domínio próprio; pertencemos ao Blogger, que por sua vez pertence ao Google.


  • IPv4

Antes de falarmos do IPv6, vamos começar pelo que está atualmente: o IPv4.

O IPv4 é representado por um conjunto de 4 números, no formato x.y.z.w, cada número variando de 0 até 255. Um exemplo desse tipo de endereço IP é 74.125.53.100. Tente digitar esse endereço na barra de endereços para ver o que acontece. Sim, é o endereço utilizado pelo Google!

Porém, apesar de ser um conjunto de números pequeno, com poucos dígitos, possui um grande problema: Há um limite de endereços IP disponíveis. Utilizando uma calculadora, realizemos o seguinte cálculo:

255*255*255*255 =
4.294.967.296 endereços

Um número bem grande, não é? Com certeza é! Tanto que durou por mais de 2 décadas e até hoje esse limite não foi alcançado. Mas está muito perto de estourar. Previsões dizem que o número de endereços IP deve se esgotar em 2011 ou talvez até em 2010. Por isso que disse que a revolução está próxima. Porque os endereços IPv6 serão implementados MUITO em breve para suprir a demanda de novas redes, uma vez que o limite dos endereços IPv4 está muito perto de acabar.


  • Mas e o IPv5?

Pois é, essa é uma dúvida muito relevante. Afinal, se existe o IPv4, e se atualmente estamos no IPv6, onde que entra o IPv5? Pois é, esse não passa de um projeto descontinuado que não obteve resultados e foi preterido em favor do IPv6. Nada importante, mas é bom entrar em detalhes sobre a história da transição. :o)


  • Finalmente, IPv6!

Pois bem, o IPv6 é a nova forma de representar esses endereços IP. Ao contrário do IPv4, que só suportava 4 bilhões de endereços, o IPv6 suporta 3.40282367 × 1038, o que é um número grotescamente gigante com 38 dígitos. É um número absurdo de endereços disponíveis para novas redes. Parece que vai durar por um bom tempo, não é? Na verdade, isso vai durar quase uma eternidade.

Um endereço IPv6 completo pode ser representado da seguinte maneira: 2001:0db8:85a3:0000:0000:0000:0000:7344

Ou ainda, mostrado abreviado: 2001:0db8:85a3::7344

O resto são termos técnicos e convenções chatas que não merecem ser discutidos aqui.


  • Conclusão

O protocolo IPv6 está aí pra isso, suprir a demanda e cobrir a expansão da Internet, dispondo de endereços para atribuir às novas redes. Em pouco tempo, ele passará a ser uma realidade, uma revolução, e substituirá o IPv4.

Mas os endereços antigos continuarão existindo? SIM! Os endereços IPv4 continuarão em vigor. Os novos endereços IPv6, no novo formato, só serão atribuídos às redes novas. Portanto, seja você um usuário comum ou um especialista em informática, a mudança para IPv6 não trará prejuizos, e assim todos sairão ganhando, principalmente as grandes empresas.


Para mais informações, visite:
http://pt.wikipedia.org/wiki/IPv6

And that’s it!

3 comentários:

Paco D. Lee disse...

Opa, me convenceu. Vou comprar alguns!

Vamos ver... Me vê um mol de IPv6! (H)

Haha. /piadanerd

Gusta disse...

Só vendo a dúzia, R$20.00.

É pegar ou largar. o_õ

Bárbara disse...

Mol. @_@

Isso vai influenciar no IP de quando se joga GuStop? XD