segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Metropolis















Metropolis é o resultado da união de 2 gênios: Osamu Tezuka e Katsuhiro Otomo. O primeiro é considerado o pai do mangá, o segundo é o criador do genial mangá Akira, e responsável pela sua adaptação para anime.

A união do belo traço do mangá clássico com o melhor da animação moderna.


A história.
(com spoilers)

Duke Red é a pessoa mais influente de Metropolis. Ele fundou secretamente o grupo Marduk, para proteger os humanos de robôs defeituosos. A pedido de Duke Red, o Dr. Charles Laughton cria Tima, uma robô com forma humana (feita a partir das anotações do duke, para que parecesse com sua falecida filha).

Foi construído um enorme zigurate em Metropolis, que dizem ser uma espécie de Torre de Babel. Duke Red quer que Tima sente no trono do zigurate e governe o mundo. Porém, Rock, filho adotivo de Red, não concorda com isso. Para ele é inaceitável que um robô sente no trono, e não o próprio Duke.

Então Rock mata o Dr. Laughton e causa uma explosão no laboratório. Mas Tima escapa com Kenichi.

Kenichi é um garoto que veio ao Japão junto com seu tio, o detetive Shunsaku Ban. Eles vieram para investigar o Dr. Laughton. Mesmo após a morte do doutor, o detetive decide que vai descobrir a causa da morte.

Kenichi não percebe que Tima é um robô, obviamente. Mas ele ganha grande afeição por ela, e ensina algumas palavras a ela.

Mais tarde é discutido sobre porque de ela ter sentimentos e emoções (em uma cena ela chega a chorar). Isso se deve ao fato de ela ainda não estar perfeita. Quando ela sentasse no trono, perderia a memória, os sentimentos, e as emoções e dominaria o mundo.

Apenas Kenichi pode impedir que isso aconteça. É aí que entra aquela cena do filme que não pode faltar: a cidade sendo destruida por robôs descontrolados.

No fim a cidade é toda destruída, sobrando só um monte de escombros. Kenichi e seu tio sobreviveram. Mas o garoto decide ficar na cidade, inconsolado com a perda de Tima, enquanto seu tio volta para o Japão.

Há uma imagem perdida no final do filme, dando a interpretar que Kenichi reconstrói Tima. Como ele conseguiria reconstruí-la, ou se era apenas uma pintura e não a andróide, não há pistas suficientes para saber.

---------

O diretor Rintaro disse que se Tezuka estivesse vivo, se recusaria que revivessem um mangá tão antigo dele. O filme teve como apoio a Tezuka productions, de seu filho Makoto Tezuka, que é responsável por continuar os mangás do pai, e publicar trabalhos póstumos.

O filme segue basicamente o mangá, mas acrescenta elementos do filme Metropolis (1927), de Fritz Lang. Tezuka teria se inspirado num poster desse filme para fazer o mangá, e nunca chegou a ver esse filme.

Também aparecem no filmes personagens de outros trabalhos de Tezuka.


Links para download:
parte 1 parte 2 parte 3 parte 4

Mirror:
parte 1 parte 2 parte 3 parte 4

Creditos: Hinata-sou
Lá também tem muitos outros longas metragens legais para baixar

A seguir alguns screenshots.
(clique nelas para ver em tamanho maior)
































2 comentários:

Paco D. Lee disse...

O traço me lembrou bastante Astroboy e algum outro anime que não recordo agora. Mas parece interessante. o_õ

Tem quantos episódios?

Jasque disse...

eh so um longa metragem

o mangá original é de 1949, antes de astroboy ^^

vou editar com o link pra download