sexta-feira, maio 15, 2009

Coisas que deixam os gamers PUTOS!




Bem pessoal, hoje eu irei falar das coisas que deixam qualquer gamer com vontade de matar filhotinhos.

Convenhamos, até a sua tia mais beata já perdeu as estribeiras.

Bem, vamos lá!


CÂMERA RUIM



Desde o momento que começamos a jogar games em 3D, problemas com a câmera dos jogos são uma coisa bem comum. O que é estranho, já que a câmera é algo bem evidente em qualquer jogo. Evidente é pouco, é a PRIMEIRA coisa que você irá notar em qualquer game. Afinal, é com ela que vocÊ consegue se situar no ambiente e focar seus objetivos.

Mas, mesmo em algo tão básico, alguns jogos conseguem torná-la uma porcaria, pelo simples fato de que aparentemente quem a comanda é um duende malvado que se alimenta da frustração dos gamers. Games como Soul Reaver e Devil May Cry são testemunhas disso.
Claro, esse problema foi sendo resolvido à medida que cada série foi tendo suas sequências, mas os primeiros jogos dos mesmos possuíam câmeras que eram extremamente irritantes. Se eu fosse falar de quantas vezes eu errava meus alvos em Soul Reaver, sem falar que a câmera fazia questão de ficar extremamente próxima do personagem quando você se aproxima de uma parede, tampando a visão do resto do cenário e garantindo que você seja atingido por um inimigo próximo de você.

E Soul Reaver, mesmo sendo um excelente jogo, tem uma câmera que atrapalha que é uma beleza, por isso uma cena dele está servindo para ilustrar este tópico.


BUG'S



Bug's existem desde os primeiros videogames. Pac-Man tem bug, vejam só vocês, caso você consiga chegar na fase 256, o jogo dá um bug que o faz travar.

E é exatamente por isso que os gamers do mundo inteiro odeiam os bug's, na maioria das vezes eles mais atrapalham do que ajudam. Aliás, quando não atrapalham imediatamente, fazem uma coisa tão lascada no seu game que só dá jeito caso o videogame seja desligado.

Mas tem um bug em especial que me deixou numa fúria tão grande que tive vontade de destruir o DVD do jogo.

Foi quando jogava Soul Calibur 3, no Playstation 2. Eu tinha feito um monte de campanha do Chronicles of the Sword (modo mais foda já criado num game de luta), além de ter liberado todos (eu disse TODOS) os personagens sem pegar um detonado sequer da internet.

Porém, nem tudo é um mar de rosas.

Um belo dia, eu tinha comprado um game novo e ele tomava muito espaço do Memory Card, não me lembro que game era. Só sei que apaguei um jogo salvo qualquer (notem, NÃO FOI O DO SOUL CALIBUR) e daí testei o jogo novo que tinha acabado de comprar. Beleza, jogo testado, volto pra jogar um pouco mais de Soul Calibur e daí meu coração parou de bater. Simplesmente aparecia na tela que eu não tinha um jogo salvo. Vou ver o conetúdo do memory card e vejo que meu salvo do Soul Calibur se tornou em arquivo corrompido. Fui dar uma olhadinha na Internet e vejo que este é um bug do game, caso você apague qualquer save no memory card, o salvo de Soul Calibur se tornaria corrompido.

Encostei o jogo depois disso.

Sem falar de outros bug's mais comuns, como buracos sem fundo, janelas que deveriam quebrar mas não quebram, enfim, a lista não termina.


CHEFES FINAIS DE QUALQUER KING OF FIGHTERS



The King of Fighters foi a série de luta que chegou para concorrer com o Street Fighter da CAPCOM, trazendo uma história até que interessante para um jogo de luta (pelo menos os primeiros KOF's tinham uma historia digerível) e uma enorme variedade de personagens, além de várias outras inovações na jogabilidade dos games de luta.

Mas se tem algo que a série KOF ficou conhecida, foi pelos seus chefes finais. O caso é tão sério que ele é conhecido como "KOF Boss Syndrome".

Não conhece a "KOF Boss Syndrome"? Ahh, é uma síndrome que afeta todos os chefões de jogos de luta da SNK.. Os sintomas desta síndrome são:

1- Seus movimentos e especiais possuem prioridade máxima (isto é, se você e ele atacarem ao mesmo tempo, o ataque dele terá prioridade e o seu será ignorado) provocam muito dano ou possuem um elevado número de hits, além de algumas coisinhas extras como golpes indefensáveis e defesa automática.

2- Possuem uma enorme resistência, seja pela barra de life que obviamente diminui num ritmo menor, seja pelo fato de quando ele defende ele perde menos life do que os outros personagens perdem enquanto defendem um golpe também.

3- Sua velocidade, tanto em movimento quanto em ataque, é superior ao da maioria os outros personagens.

4- Sua IA é programada para prever os movimentos do jogador e assim contra-atacar.

São chefes que oferecem um desafio realmente grande ao jogador, tratando eles como uma verdadeira putinha que não tem peitos, garantindo que qualquer gamer, ao ver que perdeu pela sétima vez seguida, sinta vontade de arremessar o controle na primeira criatura viva que apareça no recinto para descontar sua raiva.

Se bem que é até uma "boa raiva", já que a alegria que sentimos ao derrotar estes putos (nem que seja depois do 15º continue) compensa todo o esforço... apesar de não trazer de volta as coisas que você destruiu no último ataque de fúria.

DUBLAGEM IMBECIL



Uma coisa que me afastou de JRPG's nesta geração e na passada foram as dublagens. Sério, na época que o Nintendo 64 e o Playstation 1 estavam em alta, jogava sempre que pudia um JRPG, mesmo com seus clichês e com uma história previsível até certo ponto. Isto tudo porque não era comum os RPG's terem uma dublagem na época, você dificilmente tinha seus ouvidos violentados.

Mas, na geração seguinte, as coisas mudaram. Todo bendito jogo tinha que ter uma dublagem. Raríssimas vezes víamos um trabalho que fosse no mínimo decente, e muitas vezes irritante. Em JRPG's as dublagens americanas ficam muitas vezes tão ruins e insuportáveis que você mal consegue imergir ou levar o game a sério. Uma coisa que sempre me perguntei é porque que crianças em games parecem ter a voz de um retardado mental. Um outro exemplo de dublagem ruim, mas em um jogo de aventura, é Sonic Heroes, com a dublagem de um coelho retardado obeso.

Claro, um personagem desses, tinha que ter uma dublagem ainda pior (tanto é que ele é esse coelho obeso com cara de estruprador cuja imagem está representando este tópico). Aliás, games como Sonic deviam dispensar qualquer tipo de diálogo, para nos poupar dessa... coisa.

JOGAR COM GENTE LEPROSA



Todo gamer já passou por isso, de chegar aquele seu primo láááááá do interior que joga "Uígui Elévi" na locadora todo dia e acha que sabe jogar alguma coisa. Daí você tenta jogar alguma coisa mais simples, um modo cooperativo de Gears of War e descobre que se trata de um perfeito leproso jogando. Isso sem falar quando chegam aqueles seus priminhos pentelhos que perguntam: "posso jogar uma primo?".

Aliás, acho que todo mundo já teve que aguentar o atrevimento deste tipo de gente. Você coloca um Street Fighter pra jogar, ainda dá uma chance para o condenado mostrar algum tipo de reação ou coordenação motora e ainda assim ele tem a PETULÂNCIA de falar: "Ah, este jogo é chato, tem GTA?".

Aliás, em um caso recente que aconteceu comigo, eu TENTEI jogar Guitar Hero com um primo meu aqui. O interessante era ele me dizer antes, no melhor paraibês possível, "que jogava baRtante, visse?", e daí resolvi jogar no modo cooperativo no Guitar Hero 3, deixando ele com o baixo e eu com a guitarra.

Não preciso nem comentar que manter o multiplicador no "4x" era uma coisa inviável.
Jogar com um orangotango epiléptico seria melhor.
RÁDIO DE EMPREGADA


Isto acontece normalmente quando você está de férias e fica em casa durante a tarde. Lá está você, enfrentando milhares de inimigos, correndo pelas paredes e cortando cabeças ao mesmo tempo que precisa calcular minunciosamente o próximo salto para uma plataforma, quando você nota que a trilha sonora do seu jogo está sendo abafada pelo alto volume do rádio da empregada.

Existem alguns momentos que fazem você perder a esperança na humanidade e um deles é jogar Street Fighter 4 enquanto escuta, mesmo que baixinho, a música "Boneca Safada" ou uma tradução simultânea de uma música em inglês que a mulher que trabalha na sua casa adora mas por mal falar português entende bulhufas do que o cantor diz nela. Sim, existe isso, acreditem, eu já tive o "imenso prazer" de escutar uma tradução desse tipo.

IGNORANTES QUE NÃO RESPEITAM GAMES



Todo gamer, ao menos uma vez na sua vida, teve que suportar gente retardada comentando: "mas vijogueime num é coisa de criança?".

Da última vez que vi um animal fala isto, desejei profundamente que um meteoro (ou aerolito, como chama o Chapolin Colorado) atravessasse o crânio desses infelizes e assim diminuía a população de ignorantes da face da terra.

Normalmente quem diz estas atrocidades são parentes próximos, sejam seus pais ou seus tios. Sempre tem um tio safado que acha que você é um pobre alienado por gostar de games, por mais fudida que seja a vida dele.

Pessoas que não entendem que é um hobbie como outro qualquer, que também permite a socialização e o divertimento saudável das pessoas.

Mas esta atitude é levada principalmente por conta de um outro fato que irrita mais ainda qualquer gamer, que é...

SER CHAMADO DE PSICOPATA EM REDE NACIONAL



ISTO, COM CERTEZA, DEIXA QUALQUER GAMER DE RESPEITO INDIGNADO. Sério, sempre que vejo dizerem que "games deixam as pessoas mais violentas" me dá vontade de mandar uma horda de maribondos atacar quem tem a petulância de falar isto na televisão. Tudo isto criado por um bando de jornalistas ainda preconceituosos e que não vêem os games como uma atividade saudável como outra qualquer.

Isto é causado principalmente por conta de um ou outro imbecil supernerd cabaço que resolve comprar uma ARMA e sair por aí metralhando em qualquer coisa que se mexa, se matando em seguida. Daí, um bando de jornalista pau no cu vai visitar a casa do cara e descobrem que ele jogava videogame."Mas é ÓBVIO" - pensa o jornalista com o Q.I. de uma ameba em coma com Parkison - "o que fez este menino sair por aí atirando em todo mundo foi o fato dele ter jogado estes jogos violentos! Não foi o fato dele ser um virgem de 28 anos isolado do mundo com óbvios problemas em se relacionar com outras pessoas!". Reparem que nem é questionado como uma pessoa dessas conseguiu colocar em suas mãos uma pistola.

Existe gente psicopata desde quando o mundo é mundo, se o maluco gostava de games, quer dizer apenas que ele só não tinha com quem jogar.

Ou jogava só com pessoas leprosas e isso que acabou despirocando o coitado.

Mas é bom de vez em quando gente que tenta fazer isto tomar bonito em seu rabo. Recentemente, o programa Dia-a-Dia tentou trazer à tona novamente a imagem de "nerd psicopata 'viciado' em games", vejam elas tomarem no seu rabinho de forma linda bem aqui.

Termino este artigo reafirmando o que todo blog que fala de games mais cedo ou mais tarde tem que falar: jogos eletrônicos é uma atividade sadia como outra qualquer. Pais, se vocês gostam realmente dos seus filhos que são gamers, experimentem jogar com eles ao menos uma vezinha na sua vida. Garanto que passará a ter uma melhor visão do hobbie do seu filho e quem sabe até não se torna alguém de respeito, podendo ajudar ele num modo cooperativo?

E gamers do mundo, não se achem inocentes. No próximo artigo, a lenha descerá no lombo de vocês!

Até!

9 comentários:

Bebs disse...

THYYYYY, seu save do Soul Calibur morreu??? OMG, Deus me livre se meu save corrompesse! Tenho o "Chronicles of the Sword" todo completado, os modos principais completados com todos os personagens, quase tudo do Soul Arena completo e comprei simplesmente tudo de todas as lojas (pq um dos meus maiores passatempos era criar e editar personagens! heheh). Eu também não teria mais ânimo pra jogar se tivesse que reconquistar tudo de novo. ¬¬º
Bom saber essa dica do save, não apago mais nada no memory card do Soul Calibur.

Nossa, você botou logo a foto do Rugal pra ilustrar a KoF Syndrome. Eu perdia a conta de quantas vezes eu tinha que morrer nele até conseguir matar o maledeto fidumaquenga. >=P

Aiaiai, ri demais na parte do coelho obeso! hauahuahauhauahuhh

Óoounnn que bonitinho o gatinho da imagem dos psicopatas! *___*

Adorei a parte final, falando sobre as pessoas preconceituosas com os gamers! É exatamente isso que acontece e, com certeza, ficamos indignados quando ouvimos algum jornalista sem conhecimento do assunto nos generalizando e queimando nossa imagem, por causa de um ou outro maluco que resolveu dar uma de psico e sair matando pessoas. E você tocou no ponto exato (uii, como diria a Vivi! rs), quando vão falar da vida pregressa do psico, focam mais no fato de ele jogar videogame do que em todos os outros problemas que o levaram a endoidar e cometer o crime, que com certeza são os verdadeiros transformadores da personalidade distorcida. =(

E pra finalizar o comentário, também odeio quando a câmera do jogo mais atrapalha que ajuda. =P
Sabe uma câmera que não gosto muito, pra ser sincera? A de RE4 e RE5... não sei porque foram inventar a câmera posicionada atrás do ombro do personagem. Às vezes me dá agonia não poder ver direito o resto do cenário. Prefiro câmeras mais livres.

Bjo!!!

Thyago disse...

a câmera de RE4 e RE5 é bem mais tolerável do que a de ângulo fixo dos RE passados, ao menos para mim.

E sim, eu ainda tenho meu soul calibur 3 aqui, só preciso de um PS2 que volto a jogar ele e a fazer tudo. XD

Eduardo disse...

Tem uma coisa que eu me lembro sempre sobre violência nos videogames sendo discutida na tv... Comercial da Globo exibido durante a Tela Quente: "Veja logo mais no Jornal da Globo o quanto a violência no videogame é ruim e prejudicial para as crianças e yadda yadda yadda". Filme que estava sendo exibido? Cidade de Deus. Controverso? Nããão, imagina.


E felizmente aqui em casa não tem ninguém que implica com videogame

Bebs disse...

Até que eu gostava dos ângulos fixos dos REs antigos. Mas eu prefiro câmera ainda mais livre que a de RE4 e RE5. Me dá muita agonia a câmera o tempo todo atrás do ombro do personagem. xD

Batsuman disse...

DDD:
fiquei com medo do arnold agora

com quantos anos ele ta mesmo?

XD
*foge*

Tina disse...

Oi, compartilho de suas indignações, inclusive de ser chamado de alienada enquanto desfruto de uma boa partida multi... bléh pra quem desconhece o prazer de um joguinho bem jogado,enquanto fica lá longe as preocupações de louça pra lavar,conta no banco. Comecei a jogar exatamente pra entender o q meus filhos tanto tinham em comum com um nintendo, hj sou gamer assumida mesmo com meus filhos já adultos e não precisam de cuidados sobre qual jogo comprar.
abraços

Snake disse...

Pessoal... esse é um dos melhores textos que já lí, retratando de forma fededigna a vida de um jogador.

A muito tempo, fico pasmo com as barbárias relatadas em jornais e tv contra videogames.

Certa vez, ouvi na tv um comentário sobre aquele doido que sai atirando no cinema, comparando-o ao jogo Duke Nukem. Para quem conhece ou já jogou sabe que é absurdamente sem comparação.

Estes formadores de opinião, que manipulam a população preguiçosa de um País que só se interessa por novela e futebol (engodo para a massa), são radicalmente contra os videogames pois perdem pontos no ibope, assim, quanto menor for o ibope de sua programação, menor é o valor que eles podem cobrar de seus anunciantes. Trocando em miudos, estão falando contra, pensando no bolso deles.

E para encerrar, lembramos também do quanto é irritante quando você está com a bunda quadrada na frente da tv, pronto para matar um chefe, ambos com uma mísera energia e um "tonto" passa bem na frente do golpe decisivo, sem falar quando enrrosca o pé no fio do controle e leva tudo junto. Quando era na época dos "adaptadores" de 60 e 72 pinos então, era certeza que teria que começar tudo novamente. T+

Thyago disse...

Tina e Snake, obrigado pela visita e voltem sempre ^^

Fabricio disse...

Maior verdade o que voce escreveu!!! Devia fazer parte de uma "Biblia Sagrada dos True Gamers", é pra acaba quando alguem diz que a gente vai vira psicopata só por jogar, meu pai regulava todos os meus jogos, eu só fui conseguir uns games de luta escondido, sorte que agora ele nem liga mais. Sim os chefes do KoF são uns malditos em especial o Rugal!! E quer um exemplo de camera ruim? Legacy of Kain Defiance, aquela camera é do demonio, não tem reza que de jeito naquilo!!!ps1619